Arquivo de Maio de 2008

OS ANJOS E O PLANO DE REDENÇÃO

23 de Maio, 2008

Teve uma fase na minha vida em que atuei como professora de pré-adolescentes na Escola Dominical da minha igreja em São Paulo. A gente passava o ano estudando o livro de Lucas e aprendendo muito sobre a história, cultura, geografia e doutrinas do Novo Testamento ao mesmo tempo. Recentemente, “desenterrei” uns versos rimados que fiz para serem lidos numa apresentação de Natal da minha classe.

angel.jpg

Neles, imagino Teófilo refletindo sobre a carta que acabara de receber de Lucas, no contexto de outras passagens que ele havia lido nas Escrituras que já existiam. O que lhe chama a atenção é a repetida menção de anjos, que leva à sua percepção de como eles foram (e são) importantes participantes no desenrolar do plano divino da redenção dos seres humanos. Tanto para Lucas e para Teófilo quanto para mim e para você… Segue a “poesia”…

Leia o resto deste artigo »

A Última Formatura

17 de Maio, 2008


Grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso estamos alegres.
Salmo 126.3

FormatTiny.jpg

The Master’s College, Santa Clarita, Califórnia.
Recebendo o Diploma das Mãos do Presidente, John MacArthur

Quero compartilhar uma grande alegria. Na sexta-feira, dia 09 de maio, completamos e encerramos a tarefa de educar os nossos filhos. Foram 27 anos de esforços educativos, para um, dois, três e depois quatro filhos; para depois ir decrescendo, quatro, três, dois, um.

Tudo em escolas particulares e, quase sempre, evangélicas—integrando o empenho de pessoas cristãs no ensino acadêmico com os esforços da família e dos irmãos da igreja para criar os nossos filhos nos caminhos e preceitos do nosso Deus. Agora, nosso caçula se formou.

Leia o resto deste artigo »

A Minha Vida Ficou Mais Florida (10)

12 de Maio, 2008
RosasBangla.jpg

Olhem o que recebi na sexta-feira! Com um lindo recado para mim do meu primogênito, longe de mim, no outro lado do mundo, em Bangladesh. Serviu para enfeitar a sala do almoço do Dia das Mães com a metade da família que continua no Brasil (e com mais alguns “sogros”–atuais ou futuros–dos filhos). Tenho tantas bênçãos para agradecer! E estas flores são um bom lembrete da importância de perceber beleza e de transmitir carinho, nos dias bons e nos dias ruins.

Betty

De Geração a Geração—Lembrando da Minha Mãe

10 de Maio, 2008

Amanhã, além do Dia do Senhor, vamos celebrar o Dia das Mães. Isto, é claro, me faz recordar a minha mãe. No fim de julho, já serão 20 anos que ela partiu. E falta pouco mais de um ano para eu chegar à idade que ela tinha na nossa despedida. De certo modo, era nova ainda quando faleceu… Nunca chegou a ser legalmente classificada como idosa…

MomBettyGrace.jpg

Três Gerações, Gertrude, Betty, Grace (1983)

Quando morávamos em Recife, a igreja tinha um costume. No dia das mães, senhoras da auxiliadora ficavam na porta, distribuindo cravos. Cravos brancos para as pessoas cuja mãe já era falecida. Cravos vermelhos para mãe viva. Eu sempre pregava o vermelho no peito, alegremente, imaginando que faria isto por muitos anos ainda. Afinal, até as minhas avós continuavam vivas.

Não morávamos mais em Recife na primeira vez que celebrei o segundo domingo de maio depois do seu falecimento. Lembro-me de ter visualizado mentalmente a ação de escolher e colocar o cravo branco. Estava feliz, por um lado, por não ter que fazer isto de fato. Estava triste, por outro lado, por não poder externar a minha saudade. Mas eu tinha quatro filhos me homenageando do seu jeito infantil. E possuía uma maravilhosa sogra que, há anos, me tratava como filha….

Leia o resto deste artigo »

Procura-se um Berço

10 de Maio, 2008

Queridos leitores da cidade de São Paulo (especialmente aqueles que moram próximo à área do Campo Belo): Juntamente com mais três senhoras, trabalho com um grupo chamado “Conte Comigo” que procura ajudar as esposas (e noivas) de seminaristas do Seminário José Manoel da Conceição (JMC) da Igreja Presbiteriana do Brasil. Fica na Rua Pascal.

ConteComigoGrupoBetty.jpg

Março de 2008
Mês em que “meu grupo” ficou responsável pelo lanche

Recebemos hoje um pedido urgente do capelão, dizendo que existe um seminarista que tem um nenê e que está precisando de berço. Se alguém souber de algum disponível, escreva para mim no lugar do comentário e eu lhe colocarei em contato com a administração do seminário. (Melhor ainda será se tiver condições de fazer a entrega também).

Que Deus os abençoe, Betty

21 de maio. Ninguém ofereceu berço mas alguém tinha um “chiqueirinho”. Foi colocado um colchãozinho e a criança agora está dormindo nele. O casal ficou grato.